Zum Beginn der Zeit (2013)

para dois narradores, violino, viola, violoncelo, piano e percussão.

 

Comissionada para Festival Zeitkunst. Berlim, Alemanha.

Estreia: Ensemble Zeitkunst

 

Tal como estava previsto no trabalho que me foi comissionado pelo Festival Zeitkunst, eu deveria trabalhar, em regime de colaboração artística, com os poetas Ricardo Domeneck e Swantje Lichtenstein.

 

Inicialmente, definimos que trabalharíamos sobre o conceito de tempo, em diversas acepções, e cunhamos a expressão que viria a definir a orientação poética de todo o trabalho: Zum Beginn der Zeit (Para o começo do tempo). Acordamos também que a ideia de um "começo do tempo" deveria afetar os próprios procedimentos técnico-composicionais a serem empregados tanto na poesia como na música. Sendo assim, a partir de uma mesma lógica formal, conteúdos diferentes poderiam ser trabalhados pelos poetas e caberia a mim, enquanto compositor, buscar procedimentos de composição musical que também dialogassem com o trabalho nesse nível da elaboração formal.

 

O desafio composicional se deveu ao fato de que a música deveria não apenas estar em conexão íntima com os textos produzidos, tomando-os como ponto de partida, mas também deveria literalmente realizá-los, integrando-os à performance. Isso implicaria a definição de alguma estratégia de escrita musical que permitisse aos próprios poetas recitarem o texto sem dependerem de seguir estritamente a música em todos os seus detalhes de sincronização. Ao contrário, seria a música que deveria segui-los. Sendo assim, o grande desafio do trabalho composicional consistiu em se definir formas de sincronização entre música e recitação, criando uma ambiência sonora apropriada para os poemas.

copyright © 2014 sérgio rodrigo