Pitfall (2015)

para saxofone, guitarra elétrica, piano e percussão

(dedicada ao Ensemble Nikel)

 

 

Inspirada no universo percussivo Afro-brasileiro, Pitfall busca criar uma situação de suspensão temporal que, como na música ritual dessas culturas, é configurada através de uma atividade rítmica incessante. 

 

Esta peça é baseada em células rítmicas assimétricas divididas em 3 partes e organizadas de tal forma a induzir uma expectativa de recorrência e previsibilidade que nunca se materializa. Isso cria uma espécie de "armadilha" musical que pretende capturar o ouvinte em uma rede sonora hipnotizante. 

copyright © 2014 sérgio rodrigo