Fábrica de linhas (2017)

para flauta, clarinete, percussão, piano, violino e violoncelo.

(dedicada ao Divertimento Ensemble)

 

"une étude des hommes et des choses est une étude des lignes dont ils sont faits" (T.Ingold)

"Fabrique des lignes" tenta expressar metáforas musicais de movimento. Idéias como fluidez e rigidez, continuidade e descontinuidade, expansão e reiteração, são trazidas à música a fim de estabelecer materiais caracterizados por uma plasticidade ressonante associada a uma atividade rítmica incessante.

 

A ideia é criar uma realidade musical sempre em movimento, expressa em uma constante transformação da matéria sonora e em uma busca para revelar sua natureza pulsante.

copyright © 2014 sérgio rodrigo